sábado, 20 de novembro de 2010

ÔOO TREM BOM!! É GOIANIA!!!!

E pensava eu que os mineiros eram os brasileiros mais hospitaleiros... enganei-me redondamente! Os goianos sim, sabem como tratar uma visita!!!

E foi com essa agradabilíssima impressão que deixei as terras boas de Goiás no ultimo domingo.
Nessa minha nova vibe, essa ânsia louca e incontrolável por conhecer pessoas e lugares, dei asas a um desejo que vinha alimentando há alguns meses, conhecer dois amigos amigos virtuais (hoje ex virtuais) muito queridos, a Dani e o Rodrigo.
E foi assim, que na semana passada, arrumei a mala, peguei a mochila e pus o pé na estrada. Eu adoro viajar!
Cheguei em Goiânia as três da madrugada, mas só me dei conta às cinco! Estava babando na poltrona quando alguém me informou que haviamos chegado. A excursão de pessoas feias e barulhentas com quem eu fui iria ficar num hotel razoável no centro da cidade, mas a diária começaria ao meio dia e eu não estava afim de esperar tanto. Tinha, urgentemente! que tomar um banho! Decidi apartar-me do grupo e desbravar a cidade, às cinco da manhã, em busca de um hotel. Peguei um taxi e assim o fiz. PELAMORDEDEUS! Todos os hoteis no mundo de Goiânia estavam lotados! Até que me deparei com um"""hotel""" e eles disseram que tinham um quarto. Um quartinho, foi o que ele disse:

O cara do Hotel: Temos um quartinho.
Eu: Tem banheiro?

O cara do Hotel: Não, terá de usar o social.
Eu: Tem água quente?

O cara do Hotel: Em um deles sim.
Eu: Certo.

O cara do Hotel: Sobre o quarto, é bem pequeno.
Eu: Tem barata?

O cara do Hotel: pode aparecer uma ou outra de vez em quando...
Eu: PQP! MAs pode ser que não pareça tbm.

O cara do Hotel: Sim.
Eu: Quanto vai me custar?

O cara do Hotel: Te faço por R$ 25,00 até meio dia de domingo.
Eu: Beleza!

O cara do Hotel: Venha ver o quarto.
Eu: ok.

Fomos em direção ao quarto. Nos corredores, mulheres barangas desfilavam de toalha rumo ao banheiro social. Entao eu pensei: Não acredito que fui me meter num hotel de prostitutas de novo!!!!! Eu ja tinha feito isso em BH e não achei muito engraçado. Não se trata de preconceito, mas... eh... não é mesmo preconceito, eu juro!
Que ¨%¨%##@&!!!!!!!! foi o que eu pensei quando vi o quarto, mas eh claro que eu disse: tá ótimo! Era um """quarto""" 2x2 com uma cama, uma mesa imunda, um ventilador imundo e paredes de azulejo. Eu odeio!!!! paredes de azulejos em lugares que não sejam cozinhas ou banheiros, porque, em outros cômodos sempre me dão a impressão de que estou em uma cozinha ou um banheiro, e isso, claro, não é nem um pouco legal!

O cara do Hotel: Há! A porta, por dentro, você fecha com o trinco, por fora, com esse cadeado.

Eu: sem problemas! (dando um sorriso amarelo)

Quando ele saiu, fui separar minhas coisas para tomar banho. Que saga meu Deus! Peguei meu shampoo, minha toalha, meu sabonete, minhas roupas e subi as escadas. Que banheiro horrivel!!!!!!! "Eu vou vomitar!", pensei, senti, mas segurei. Com muito cuidado, mas muito mesmo!!! tirei a minha roupa com cuidado pra nao encostá-la naquele chão molhado e dependurei num negocinho de metal que tinha na parece, provavelmente resto de uma torneira quebrada. Pra tirar a calça, foi um tormento!!!! e so quando terminei que me lembrei que estava de tenis!! Não ia ficar descalça naquele lugar! Vesti de novo e fui buscar um chinelo. Voltando e pulando os detalhes sórdidos, eu senti a presença de uma barata. "Eu não vou gritar!", determinei. Acho que até vi a dita cuja no chão, mas como estava sem óculos, resolvi imaginar que o vulto era apenas um defeito no piso. O que os olhos não vêem, o coração não sente, e se não sente, eu não grito e não pago mico. Terminei! Desisti de escovar os dentes ou vomitaria, com toda a certeza. Voltei para o quarto, eram umas 7:00 da manhã. O quarto ficava em frente ao banheiro social sem chuveiro. Imagina todas aquelas pessoas acordando, escovando, escarrando na pia, ai que nojo! Coloquei meus fones e liguei meu secador pra abafar o barulho. "Eu não mereço isso!"
Com esse relato está parecendo que sou uma pessoa muito chata e enjoada, mas não sou, sempre viajo sem planejamento algum e, assim sendo, durmo em qualquer lugar, como qualquer coisa, não tenho muita frescura, mas aquilo mexia com meus nervos, era demais pra mim!
Liguei pra Dani e implorei!!! que viesse logo me buscar. Arrumei-me e sai pra tomar um cafe. Fui a uma loja de conveniência num posto de gasolina. Dai, Dani me liga dizendo que vai se atrasar porque a mãe dele havia sido vitima de sequestro. Sem problemas, eu disse.
Sai caminhando rumo ao shopping Araguaia. O sol castiga em Goiânia... e mesmo com 27º o sol queimava mais que o mesmo sol à 40º em Montes Claros, chegou num ponto em que perguntei pra um cara: "PELO AMOR DE DEUS!!!! CADE A PORTA DESSE SHOPPING!!!"
Ele me mostrou e eu entrei. Fui até a praça de alimentação comer uma certa batata lendária. Atendeu-me um rapaz magrelo com voz de pato Donald (e cara de hamster), muito displicente, aliás. Disse me que a batata sairia em uma hora. Esperei.
Liguei para um amigo de um amigo que depois também tornou-se meu amigo e pedi para buscar-me. Ele, de muito bom grado e gentileza, disse que viria. E veio! E era muito lindo e simpático! E ofereceu-me sua casa para hospedar-me. Aceitei. A Dani chegou em seguida. É muito legal conhecer pessoalmente os amigos da internet, quem puder, faça isso! Se não for estuprado, estrangulado, esquartejado e colocado numa mala em seguida, vale muito a pena!
E assim, naquele shopping, fiz dois grandes amigos. Mudei-me para a casa do Março, onde ele vivia com uns rapazes muito legais! Dani levou-me para conhecer a cidade, fomos ai shopping Flamboiant, super riqueza! Onde esse bonequinhos fizeram que sim, mas não dançaram a musiquinha de natal, deixando-me bastante decepcionada.

E essas somos nós duas:


Depois, a convite do Marco, fomos num tal condominio de luxo ai, jogar sinuca, ping-pong e outras coisas.




Essa sou eu fingindo mais uma vez que sei jogar sinuca com meu vestido de pirigueti, conforme me disse a Dani. Ela também disse que meu cabelo é feio, que meu ex-affair é comprometido e que eu tenho cara de pessoa velha, carcumida e cansada, mas eu gosto demais dela mesmo assim e relevei.

Saindo de lá fomos ao Parque Vaca Brava, um nome muito goianiamente sugestivo para uma um parque, gostei!



Essa é a Dani chorando a morte de uns bambus ai. Eu não entendi muito bem.

Essa é a turma toda, tá faltando o Marco, que estava batendo a foto.

E essa uma foto panorâmica do Parque, a água estava assim escura devido às chuvas...

Voltando para casa do Marco!! eis que Rodrigo, meu amore!!!! Finalmente apareceu!!!! Com pelo menos umas 5 horas de atraso. Pena que as fotos que tirei com ele foram censuradas, porque eu estava anormalmente feia nelas e não as quero divulgar, mas aqui tenho uma imagem de celular com a foto dele, que vou guardar com muito carinho! Ele me deu uma miniatura da Tifa feita em papekura, muitoooo cuteeee!!!!! Adorei!!!!! Ele mesmo que fez! Que linda!!!!


Leu para uns trechos do livro o qual ele ilustrou a capa. Queria ter lido a parte que falava de sexo, mas não a encontrou. E depois a namorada ciumenta (vixi, tomara que ela não leia meu blog!) chegou e ele foi embora. Foi a unica vez que nos encontramos. Eu viajei 12 horas para ve-lo por 15 min. Isso não faz o menor sentido! Mas valeu.
Então saimos eu e Dani para Trindade para buscar suas roupas, para ela também dormir na casa do Marco. Fomos e, quando voltamos, tínhamos sido trancadas do lado de fora! Eles foram pra farra e nós ficamos plantadas! Bem que eles disseram que fariam isso, mas achei que era zueira! Voltamos para Trindade, eu dormi por todo o trajeto e Dani disse que ficou admira com a minha capacidade de dormir, roncar e mascar chiclete simultaneamente. Conheci sua família, todos muito gentis e fui dormir. Dia seguinte, tomamos café e colocamos o pé na estrada. Busquei minha malona na casa do Marco e fomos a feira, é tudo tão baratinho!!! Mas eu sou pao duro demais!!!! Quase nao comprei nada! Lá, a Dani me deu esse carneirinho de presente!! Adorei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



Sim.. uma foto muito emo.

Rodamos a cidade! Muito linda!!! Homens mais lindos ainda!!! Mas muito baixinhos... pena...
Encerro agradecendo, imensamente, bota imensamente nisso!!!! a gentileza, hospitalidade e carinho de todos!!! E estou muito orgulhosa de mim mesma por extrapolar os intentos comerciais da NiponCosplay a aproveitar de sua abrangencia para fazer o que sei fazer de melhor, grandes amigos. E os fiz, muito bem feitos, em Goiânia. Amigos eternos!!! Espero um dia poder retribuir a gentileza à altura, mas eu duvido muito que consiga, mas darei o meu melhor!
Próxima parada... acho que Rio de Janeiro, vou lá conhecer o outro Rodrigo e o Renato Carlos... talvez o Ludvik em Teresópolis... Não sei...
Veremos.

3 comentários:

  1. "eu tenho cara de pessoa velha, carcumida e cansada, mas eu gosto demais dela mesmo assim e relevei."
    Menos né Karine, menos! Eu disse que vc estava com cara de cansada, e só. Cara de carcumida não, eita! :S
    Bem gentem, eu sou a Dani, a da comisa do VILAAAAAAAA! kkkk
    Frase que vai ficar pra sempre na minha memória: uma ligação as 6 da matina: "Pelo amor de Deus, me tira desse muquifo!" "Já tou indo, me dá uma hora!" "Não, duas, tenho que arrumar meu cabelo! "¬¬', ok, ok!" e assim que 2 horas viraram 4, pelo fato do desaparecimento de minha mamis. Apesar de curto foi um encontro legal!
    Lição do dia: nunca, mas NUNCA fique na casa de um amigo que está totalmente apaixonado por outra pessoa, ele te deixa trancada do lado de fora, rs.

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkk
    boaaaa
    nao falei dos nigucim!

    ResponderExcluir
  3. que viagem,mas muito legal
    dormir em hoteis como esse tambem acho horrivel

    ResponderExcluir

Deixe seu recado após o beep.