segunda-feira, 11 de abril de 2011

HACK (com H minha gente!) ROOTS!! MUITO BACANA! BY MINHA VÓ.



Poxa, vida... que sono! O médico bem que podia sair um pouco daqu ipara eu tirar uma sonequinha.Ultimamente tenho tido um problema grave de insonia. sempre telefono para o meu namorado antes de dormir às 8:00 P.M. Às 9:00 eu desligo alegando que vou dormir. Passa uma hora e eu, depois de muito rolar na cama, adormeço. Uma hora depois, acordo sobressaltada pensando estar com o telefone na orelha e que dormi enquanto falava com ele (ele odeia quando faço isso (e eu sempre faço isso)), mas então, vejo o telefone no chão e percebo ter feito as devidas despedidas. Depois disso, não consigo mais dormir. E por ai vai, num... (agora o médico está batendo palmas sozinho, feito um louco)... onde eu estava? Ah sim! Então (ótimo! ele bocejou, deve ir dormir logo!), essa cena (a do celular, não a do médico), se repete, indefinidamente, todos dias, já há algumas semanas. Tem algum Freudianista ai? Zuando! Eu já sei o que Freud diria, "algum complexo sexual transviado", não, obrigada! Talvez trocando de travesseiro, ou de colçhao a coisa se resolva. Ou de celular... Hoje em dia os espíritos malígnos encarnam em cada tipo de coisa, que meu cel deve estar possuido.
Voltando àquela seção do Blog, "Todo Mundo Odeia o Chris e a Mim", lembra que lhes contei que, depois de 4 árduas (e caríssimas) tentativas, eu, a desequilibrada Traido, finalmente conseguira tirar sua habilitação de motorista (1000 aleluias para isso!!!), confesso que os examinadores me deram um pouco de colher de chá (fato que omiti ate o fatídico dia de hoje), e fingiram não perceber quando arranquei de ponto morto, não olhei nos retrovisores umas duas vezes e não dei seta ao convergir. Mas quando fui agradecer a camaradagem super emocionada, a examinadora entregou-me meus docs e disse "o mérito foi todo seu", tentei discutir o assunto, mas estava fora de mim para argumentar, foi lindo! Ainda existem almas boas nesse mundo! Mas acho que ela percebeu que, se eu fosse reprovada mais uma vez, pegaria uma metralhadora e faria um massacre no Detran. sei que é uma analogia de mau gosto, mas os examinadores do Detran merecem. E é com base nessa minha revolta explicitada pela classe, que deve ter ocorrido comigo o que nunca ocorre com ninguém, pelo menos, não com ninguém que eu conheça, mas já faz mais de dois meses que isso se deu e minha habilitação não chegou! Primeiramente, pensei que minha irmã havia sido reincidente e teria jogado minha carteira no lixo de novo, como fizera com a "A"  permanente. Depois dela ter jurado sobre uma deliciosa torta de chocolate que não o havia feito, fui ao Detran para saber do motivo de eles me odiarem tanto e não mandarem a minha habilitaçãopara o endereço informado. Chegando lá, uma senhora que parece a Dona Clotilde do 91, com quem eu já discutira numa outra ocasião, nessa minha longa carreira no Detran de Montes Claros, informou-me que havia dado um problema em Brasília com a minha carteira e que por isso ela estava bloqueada. "Será se sou sósia ou homonima de uma procurada foragida traficante da Colômbia????", foi o que me ocorreu no momento. Mas na hora, a unica coisa que conseguir dizer foi: "por que vocês me odeiam tanto?????", e comecei a puxar meus cabelos enquanto lágrimas escorriam pelos meus olhos... "Acontece", ela disse. "Principalmente comigo!", respondi. "Vamos mandar um email para Brasília e eles vão liberar sua CNH", confortou-me. Só sei que isso tem umas duas semanas e que prepondera na minha mente pertubada a ideia da metralhadora...
Eu sei que está fora de moda, mas é mesmo uma puta falta de sacanagem... Uma filhadaputagem das grossas!
Eu estaria me lixando para essa droga de carteira de carro, eu detesto carro, são lentos, problemáticos. Eu não tenho carro e nem intenção de ter. Mas é requisito do programa de intercambio para o qual me candidatei ser habilitada na categoria B, porque nos EUA terei de trabalhar dirigindo. Eu ia em masço, mas tive que adiar a entrega do meu application pela falta da carteira, que só saiu em fevereiro. Eu sou mesmo (MESMO!) a personificação da Lei de Murphy... Não vou nem olhar para cima, porque tenho certeza, que se eu o fizer, um piano ou uma bigorna ACME vai cair na minha cabeça... Na moral, eu só perco para o Coiote. E eu sempre odiei aquele Coiote!

Hoje senti falta de mandar para vocês (acredita que eu tinha escrito vocês com "ç"?) uma dica esperta de anime bom. Lembrei-me de que tinha visto num blog que sigo uma matéria sobre um anime que eu acho foda, dai eu pensei, vou esperar uma semana para não parecer plágio e vou falar desse anime no meu Blog também! Mas acabei me esquecendo de qual anime que era...então terei de falar de outro qualquer (hehehe - esclerose detected!). Acaba de me ocorrer aqui, sobre um anime que é baseado num game. Nem sei se o anime é foda, pois ainda vou pesquisar aqui, mas baixei há muito tempo. Sei que por ele dá para ter umas ideias de cosplays fodões, inclusive um que me deu muita vontade de fazer, mas que logo em seguir me deu muita preguiça. Esqueci o nome dele aqui também, mas nada que o bom e velho google nao resolva. Olha ai a foto do danado:
Digamos que preguiça não foi o único fator de desistência do cosplay ($.$')


Depois dessa imagem, você, otaku, super, mega, ultra, power, master, advanced, Railander, interado, já sacou que a dica de anime de hoje do Blog se trata de Rack Roots! Estava procurando pela sinopse do anime para incrementar e talz para postar aqui, mas estão em linguagem tão genuinamente e puramente otakuística, que não consegui reproduzir com minhas parcas palavras, assim sendo, meti o carão e plagiei bunitu de um site que nao vou dizer qual é, porque vai que algum de vocês vai lá e conta e ele está com "all rights reserved" e decidem me processar? Eu já sofri uma ameaça de processo nessa vida e não quero sofrer outra, pelo menos não enquanto eu nao for poderosa e influente como a Xuxa MenegHell. Então, acompanhe com atenção. Eu não entendi nada, mas não sou paramentro para essas coisas.


No ano de 2015 (odeio animes do futuro), a desenvolvedora de jogos CC Corp. foi incendiada, e junto, a maioria dos dados pertencentes ao MMORPG fictício The World. Usando dados pertencentes a outro jogo que a empresa estava desenvolvendo, CC Corp. criou The World R:2 (Revision 2), e lançou em 2016. A principal novidade deste jogo seria a possibilidade de criar uma Guilda (isso tem alguma coisa a ver com Druida???) e PvP (PvC eu conheço). A história inicia-se oito meses antes de dos primeiros eventos do volume um de .hack//G.U. Haseo (esse carinha ai de quem eu queria fazer cosplay) entra em The World R:2 pela primeira vez, e é atacado por PK (Player Killer - jogador assassino, para quem não fez inglês no Instituto Universal Brasileiro ^^ - de nada), para sua sorte, é salvo pelos jogadores veteranos Ovan e Shino (após ressucitar sozinho, mostrando que ele não é um PC, playable character, normal - isso eu acho que quer dizer personágem jogável (também não fiz inglês no Instituto hehe)), que o convidam para se juntar a sua guilda Brigada do Crepúsculo (Crepúsculo??? Hããã? *medo*), no qual o objetivo principal é achar a "Key of the Twilight" (Chave do Crepúsculo), um item lendário, que ninguém sabe se realmente existe (e por isso é lendário. Lendário = ningém sabe se existe by criancinha de três anos no jardim de infância), ou para o que serve...(Chuto que sirva para abrir alguma coisa ¬¬).



Então fica assim! Assistam!! Porque, se basear nas dicas que eu dou para julgar um anime é muita ignorancia sua!!!
Um beijo a todos!!!! Até qualquer dia!
Agora vou dormir!!!


6 comentários:

  1. Quem vc pensa que é pra saber mais que o Google, Alex?

    ResponderExcluir
  2. o anime e um prologo do jogo/20 minutos iniciais

    ResponderExcluir
  3. tem um filme do jogo,mas nao vale a pena assistir
    pq o filme resume demais

    ResponderExcluir

Deixe seu recado após o beep.